Últimas Notícias do Mundo Acadêmico:

Diretor afasta acusado e abre sindicância

6/11/2006 

da Folha de S.Paulo

O diretor da Faculdade de Direito da USP, Eduardo Marchi, afirmou que tomou as providências cabíveis ao saber da acusação de cobrança indevida dos diplomas.

Disse que exonerou o funcionário acusado do cargo de confiança e nomeou uma comissão de sindicância.

Ele citou um ex-professor para sintetizar fraudes desse tipo na instituição. "Ele dizia que esta faculdade é um reflexo do Brasil. É como o país em escala menor, com seus méritos e também com seus problemas", afirmou.

Marchi acrescentou ainda que, caso fiquem configurados os crimes após a apuração dos fatos, ele deverá remeter o caso para as autoridades competentes.

Ele afirmou que sua gestão investiu no combate a fraudes, por exemplo, nomeando uma comissão de sindicância contra um estudante acusado de plágio na elaboração da tese de conclusão de curso, o que impediu a sua graduação no ano passado.

Já o funcionário Mario Paulino da Silva Sobrinho afirmou que daria sua versão do caso após a reportagem ouvir Marchi. Ele não respondeu, porém, aos recados deixados pela Folha de S.Paulo.

Voltar


 
replica watches ukrolex replica salefake watchesrolex replica ukfake rolex salereplica watches
Pagina ptrotegida contra cópia por Copyscape