Últimas Notícias do Mundo Acadêmico:

São Paulo não tem mais escolas de lata, diz prefeitura

28/9/2006 

da Folha Online

A Prefeitura de São Paulo anunciou nesta quinta-feira o fim das escolas de lata, onde estudam atualmente cerca de 7.000 estudantes. Os alunos devem passar a estudar em seis novas escolas de alvenaria inauguradas hoje pelo prefeito Gilberto Kassab (PFL).

Segundo a prefeitura, 51 escolas de lata e três feitas madeirite foram substituídas por prédios de tijolos desde o início do ano passado.

Nesta quinta, um levantamento publicado pela Folha mostrou que os alunos que estudaram nas escolas de lata da cidade é praticamente o mesmo dos matriculados nos CEUs, centros educacionais que custaram em média R$ 17 milhões e possuem uma infra-estrutura diferenciada, com bibliotecas, teatro e laboratórios.

O levantamento foi baseado na Prova Brasil (exame promovido pela União) aponta que a diferença das médias dos estudantes dos dois modelos ficou em cerca de 2%, em favor dos CEUs. A diferença, segundo os próprios organizadores da prova, que abrange matemática e português, é estatisticamente irrelevante.

Para educadores, os dados mostram que a qualidade do ensino municipal é baixa --São Paulo ficou em 21º no exame, considerando as 26 capitais do país e o Distrito Federal. Abrangendo a rede pública, a Prova Brasil foi aplicada pela primeira vez em novembro de 2005, o que impede a comparação com períodos anteriores.

Voltar


 
replica watches ukrolex replica salefake watchesrolex replica ukfake rolex salereplica watches
Pagina ptrotegida contra cópia por Copyscape